Festivais e EventosAproveite o Inti Raymi: a festa do sol em Cusco

https://www.machupicchupacotes.com/wp-content/uploads/2019/06/inti-raymi-cusco-1280x854.jpg

Inti Raymi é uma das festas religiosas mais importantes da época inca celebrada até nossos dias. É realizada a cada solstício de inverno em homenagem ao Apu Inti ou Deus Sol, entidade mais importante e poderosa do Tawantinsuyo.

Hoje em dia, é uma das comemorações de grande interesse turístico por ser uma tradição inca que ainda se mantém vigente apesar dos anos. Nesta celebração pode-se apreciar o encontro e a mistura da riqueza cultural e natural de cada Suyo, sendo apresentadas várias danças, sacrifícios e oferendas ao Deus Sol.

Data

Conforme o inca Garcilaso de la Vega, a festa de Inti Raymi era uma das 4 comemorações mais importantes da época inca. Tinha duração de 15 dias e a presença do último imperador foi sentida em 1535.

Posteriormente, em 1572, o vice-rei Francisco Alvarez de Toledo, proibiu a festa por considerá-la pagã, o que não era bem visto pela igreja católica. Porém apesar disto ela seguiu sendo realizada de maneira clandestina como protesto à extirpação de idolatrias.

Em 1944 o mestiço cusquenho Faustino Espinoza Navarro realizou uma reconstrução histórica baseando-se nas crônicas do inca Garcilaso de la Vega. Desde esta data a festa voltou a ser um evento público, porém realizada a cada 24 de junho uma vez que o Presidente Leguía decretou esta data como o Dia do Índio. Até hoje é uma das principais atrações turísticas de nosso país.

História

Inti Raymi na época inca

Durante a época inca esta comemoração era conhecida como Wawa Inti Raymi (festa do sol criança). Era uma das maiores celebrações cujo cenário principal, o Huacaypata, atualmente a Plaza Mayor de Cusco, trazia a presença dos curacas (os chefes dos povoados) e dos senhores de vassalos, reiterando sua lealdade ao imperador.

Esta grande festividade era muito rigorosa, pois deveria ser preparada com antecedência. Durante a festa não se podia comer mais do que um pouco de milho branco cru três dias antes, ervas chamadas chucán e água. Também era proibido acender fogo em toda a cidade e dormir com o(a) parceiro(a), enquanto que as virgens do Sol eram encarregadas de preparar os paezinhos de milho.

No dia principal da festa o soberano e seus parentes, descalços e de cócoras, esperavam o nascer do sol com os braços abertos e, jogando beijos ao ar, recebiam o Apu Inti. No final da cerimônia dirigiam-se ao templo de Qoricancha, onde cada curaca entregava oferendas de suas regiões e, em cortejo, retornavam à praça principal para realizar o sacrifício da lhama diante do fogo que era aceso utilizando como espelho o bracelete de ouro do sacerdote. Depois a carne era repartida entre todos os presentes acompanhada de chicha, a bebida sagrada.

Esta festividade marcava o começo de um novo ano para a população uma vez que era comemorada em honra e agradecimento ao Apu Inti. Graças a esta deidade o povo tinha uma colheita abundante de batata, milho e demais produtos alimentícios.

Inti Raymi atualmente

Atualmente na cidade de Cusco, antiga capital do Tawantinsuyo, esta comemoração é encenada, porém com caráter cerimonial e de costume, evocando nossa identidade nacional, simbolizando os valores e a recordação que nossos antepassados nos deixaram.

Este espetáculo é dirigido aos turistas provenientes de diversos países como também aos próprios cusquenhos que participam desta festa. Tudo se inicia no Templo Sagrado de Qoricancha, lugar onde se realiza uma pequena cerimônia de invocação ao Sol para posteriormente todo o séquito seguir até a esplanada de Saqsayhuaman para realizar a comemoração principal.

Uma vez na esplanada, ao ritmo da música, interpretada por delegações dos quatro suyos vestindo roupas típicas, desfilam tantoñustas, coyas e pallas de maneira ondulante para acompanhar o soberano inca que é transportado em sua litera, resguardado por todo seu séquito de orejones (nobres). Enquanto tocam pututos (instrumentos de sopro), cornetas e quenas o inca se levanta estendendo seus braços em homenagem ao Sol, Inti, elevando os vasos cerimoniais de ouro repletos de chicha.

Esta nova versão contemporânea da festa de Inti Raymi foi uma iniciativa de Humberto Vidal Unda. O roteiro em quíchua foi escrito por Faustino Espinoza Navarro que por muitos anos interpretou o soberano inca.

O novo Inti Raymi é agora parte das comemorações importantes tanto no Peru como na cidade de Cusco, uma vez que alcançou grande fama como festa de identidade nacional que transcende as fronteiras peruanas.

Razões para ir à festa de Inti Raymi

Sem dúvida alguma Cusco é uma das cidades mais concorridas por visitantes que chegam entusiasmados em conhecer esta cidade maravilhosa. Apresentamos os motivos pelo qual você deve conhecer a grande festa de Inti Raymi:

  • Você poderá ser testemunha de uma das maiores festividades realizadas na cidade de Cusco comemorando as tradições que nossos antepassados nos deixaram de herança.
  • Nesta época do ano há um grande afluxo de turistas de diferentes países e você poderá trocar experiências e conhecê-los.
  • Você poderá se deleitar com a magnífica interpretação de cada artista cusquenho, vestindo trajes típicos de nossa cultura inca, feitos em sua maioria de lã de ovelha e alpaca como usavam nossos antepassados.
  • Durante este ritual você ouvirá cânticos andinos em quíchua, dedicados à adoração ao Deus Sol.
  • Você poderá conhecer os três cenários mais importantes onde a festa é realizada, o Templo de Qoricancha, a Plaza Mayor e a Esplanada de Saqsayhuaman com seus enormes blocos de pedras, cenário ideal para a representação da festa de Inti Raymi.
  • Do mesmo modo você poderá degustar nossa variada gastronomia com pratos típicos da região andina de Cusco.
  • Apresentação de danças típicas da época Inca como costumes atuais em nossa cidade.
Recomendações
  • Para sua maior comodidade como expectador, recomendamos comprar o ingresso com grande antecedência para a Esplanada de Saqsayhuaman ou contratar os serviços de uma agência de viagens para uma melhor organização de sua excursão.
  • Para seu cuidado pessoal sugerimos levar roupas para calor e frio, uma vez que o palco principal está exposto a variações climatológicas.
  • Leve roupa confortável para o dia que, em sua maioria são ensolarados e, para o entardecer, leve casaco para o frio da noite
  • Vá preparado com lanches e bebidas hidratantes, pois a cerimônia dura aproximadamente 7h.
  • Fique atento a seus objetos pessoais porque, como em qualquer lugar do mundo há pessoas inescrupulosas que roubam e que podem se aproveitar do grande número de pessoas na esplanada.

Publicar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se

Cadastre-se para receber ofertas exclusivas, melhores promoções e muitas novidades.

Inscreva-se

Cadastre-se para receber ofertas exclusivas, melhores promoções e muitas novidades.

Copyright © 2020 – Perú Grand Travel

Associados:

AATC

Siga-nos:

Siga-nos:

Associados:

AATC

Copyright © 2020 – Perú Grand Travel

Close

Aproveite o Inti Raymi: a festa do sol em Cusco

Preencha os campos abaixo para que nossa equipe possa entrar em contato com mais informações. Os campos com * são obrigatórios.

* Data de início do tour


Faça sua cotação via Whatsapp:
+51-959148222