CONSULTORA DE VIAGENS / Luiza Hubener /

E-MAIL/ atendimento@perugrandtravel.com

Peru Grand Travel / Dicas de Viagem  / Trilha Inca: Grau de dificuldade e preparação
Trilha Inca: Grau de dificuldade e preparação

Trilha Inca: Grau de dificuldade e preparação

A Trilha Inca é considerado a caminhada mais famosa da América do Sul e possivelmente do mundo. São 43km de bosques, nevoeiro intenso, escadarias de pedra e vistas magníficas. Aproximadamente 25.000 pessoas de todo o mundo percorrem seus extraordinários caminhos de pedra, construídos pelos incas, em direção à cidadela de Machu Picchu, situada nas selvas altas de Cusco.

Como me preparar para minha viagem a Machu Picchu? Acompanhe o próximo artigo onde informaremos os vários níveis de dificuldade desta caminhada como também como se preparar fisicamente para encarar esta grande aventura.

Grau de dificultade da Trilha Inca

O nível de dificuldade da Trilha Inca é considerado como difícil. Isto pode varias conforme sua condição física, experiência e alguns outros fatores como sua saúde e rotina. Caminhas nos Andes não ´s fácil. A altitude e as constantes subidas e descidas são a maior dificuldade da caminhada.

Na primeira etapa do percurso oturista subirá de2.000msnm até 4.200msnm,atravessará um segundo caminho situado a 3.900msnm onde o grau de dificuldade da caminhada reduzirá.

Alguns turistas afirmam que esta viagem émuito mais difícil do que eles esperavam e que deveria ser classifcada como mais difícil. Porém outros dizem que não foi tão complicada e seu grau de dificuldade deveria ser moderado. Na verdade esta caminhada é uma reta.

Veja também: Trilha Inca VS Caminhadas Alternativas, que rota tomar?

Preparação física para a Trilha Inca

A preparação para a Trilha Inca começa por sua preparação física atual. Organizar-se é prioridade, conforme recomendações de especilaistas que dizem que é melhor se preparar 6 meses antes da caminhada.Os músculos ficam mais fortes se são treinados regularmente e da maneira correta. Faça caminhadas diárias para criar resistência, aumentando o grau de dificuldade pouco a pouco. Isto fortalecerá seu estado físico gradulamnte e voc~e irá preprar o m´suculodo coração, fazendo com que bombeie mais sangue de uma maneira mais eficiente para ter mais oxigênio. Para estar em boa forma física e alcançar seu objetivo, seu coração, os músculos das costas, quadris e pés devem estar fortes, assim o mal de atitude terá menor efeito sobre seu corpo.

Onde e como fazer exercícios?

Isto depende muito do estilo de vida e do lugar onde você mora. Você debe ocmeçar a fazer caminhadas curtas, subir escada, tudo acompanhado com corridas. Se você mora próximo a terrenos agradáveis para caminhar e correr utilize tênis apropriados. Um monitor de ritmo cardíaco é bom para um treinamento mais sistemático. Saia com um amigo que também quería ficar em forma: se suas necessidades de treinamento e seus ritmos são compatíveis, vocês se motivarão um ao outro.

Caminhe rápidamente e não corra. Tente encontrar uma combinação de atividades que você goste e que possa fazer com frequência (recomenda-se 3 vezes por semana), por exemplo: dança, pratique ciclismo ou natação. Considere a possibilidade de ir à academia, onde seru desempenho e estado físico poderão ser monitorados. É importante complementar seu treinamento com caminhadas que contenham subidas e descidas, em terreno acidentado. Beba mujita agua antes, durante e depois dos treinos.

Veja também: Melhor época do ano para fazer a Trilha Inca

Quando e quais exercícios fazer frequentemente

Não é necessário viciar-se em exercícios para fazer a Trilha Inca. Porém, se estive rem forma e saudável desfrutará de sua experiência. Se você é fumante para de fumar, pelo menos até a viagem.

A melhor frequência para realizar seu treinamento é a cada dois días. Seu corpo necessitará um dia de descanso para extrair o máximo o benefício da sessão.

Importante

Lembre-se que o 4º dia da caminhada é único porque caminhará pouco. É o dia da visita a Machu Picchu. É recomendável aclimatar-se uns días antes em Cusco, o que o ajudará a suportar o mal de altitude.

Sem Comentários

Deixe um comentário