CONSULTORA DE VIAGENS / Luiza Hubener /

E-MAIL/ atendimento@perugrandtravel.com

Puno

Puno localiza-se às margens do lago Titicaca. Uma cidade mágica de muitos contrastes, costumes, numerosas tradições e festas multicolores. Além disso, é uma das cidades mais altas no Peru e a quinta no mundo. Fundada em 4 de novembro de 1668 pelo vice-rei Pedro Antonio Fernández de Castro, possui comunidades indígenas que habitam seus arredores e do lago, mantendo seus costumes e tradições neste importante destino turístico do Peru.

Localização

Situada ao sul do país, limita-se ao norte com Madre de Dios, a leste com a Bolívia e o lago Titicaca, a sul com Tacna, a sudoeste com Moquegua e a oeste com Arequipa e Cusco, com 72.000km2. É a quarta região mais extensa depois de Loreto e Ucayali.

Clima

O clima da cidade de Puno é frio e moderadamente chuvosa. A média anual de temperatura é entre 2.7°C e 14,4°C. Antes de visitar Puno é indispensável saber em que época do ano ir. Geralmente durante o ano o clima é frio e semi-seco.

Altitude

Puno está situada a uma altitude de 3.827 msnm.

Como chegar

Puno possui diferentes meios de transporte. Via aérea a partir de Lima, Cusco e Arequipa, por terra saindo de Lima e todas as cidades do sul do Peru e de trem a partir de Cusco.

Via Aérea

O aeroporto internacional Inca Manco Cápac (código do aeroporto JUL), da cidade de Juliaca, situado a 44km ao norte da cidade de Puno, se encarrega do transporte aéreo, recebendo voos diários de Lima e Cusco. É um aeroporto pequeno com instalações confortáveis, restaurantes e cafés.

Via Terrestre

Partindo de Lima, a viagem dura 17 horas com uma parada em Arequipa. Puno encontra-se aproximadamente a 1.300km a sudeste da cidade de Lima. Por via terrestre se comunica com Arequipa, Moquegua e Cusco.

Vía Férrea

O caminho de trem entre as cidades de Cusco e Puno foi considerado a segunda rota mais bonita do mundo devido à beleza de suas paisagens. Metade da viagem é dominada pela Cordilheira dos Andes, continuando por surpreendentes vales do rio Huatanay. A viagem é interrompida para desfrutar da paisagem em La Raya, o ponto mais alto da rota.

Melhor época

O mês ideal para se visitar a região de Puno é o mês de fevereiro devido ao clima e à festa da Virgem da Candelária, com todo o seu colorido, encanto e alegria, deixando a altitude e o frio de lado.

Principais atrações

Puno é considerada a Capital Folclórica do Peru e da América. Possui também distintas atrações para se admirar. A seguir suas principais atrações:

Puno
Uma cidade que você deve visitar, destacando-se a catedral construída com pedras antigas, centros cerimoniais de culturas antigas e dos Incas. Abriga várias telas de pintores reconhecidos das escolas cusquenhas e italiana.
Lago Titicaca
Sem dúvida a maior atração natural, o lago Titicaca ocupa uma grande parte de Puno e da Bolívia. É o lago mais alto do mundo com 3812msnm, o qual abriga várias ilhas flutuantes habitadas por comunidades que até hoje preservam seus costumes.
A ilha de Uros
Caminhar sobre uma ilha flutuante feita de totora, planta nativa, é viver uma grande experiência uma vez que toda a ilha, incluindo as casas dos moradores são feitas de totora. Ao se visitar estas ilhas por conta própria, alugando uma lancha a partir do porto ou contratar um tour com uma agência as quais oferecem visitar de 3 dias ou mais para conhecer suas tradições.
Chucuito
Situado a 18km da cidade de Puno, desvia-se da rota até Desaguadero, um pequeno povoado que vale a pena visitar. O destaque se dá para a igreja de Assunção a qual está catalogada como uma das construções mais bonitas da colônia. Outro lugar a se visitar é Inca Uyo, um recinto inca no qual encontramos peças líticas em forma de cogumelos ou falos e, segundo os guias está relacionado a um local de culto à virilidade e fertilidade.
As Chullpas de Sillustani
Localizada a aproximadamente 33km de Puno, na rota Puno/ Cusco, é um bom destino para se visitar. Conta com uma grande quantidade de Chullpas, construções onde os Qollas, nativos da região, enterravam seus mortos. Os cadáveres eram cobertos com prata ou unguentos para ajudar na conservação.

Datas especiais

3 de janeiro
Festa do doce nome de Jesus
2-11 de fevereiro
Festa da Virgem da Candelária
Fevereiro
Carnaval
Março (móvel)
Toda a região - Semana Santa
2-4 de maio
Festa das Alasitas
24 de junho
Festa de San Juan
6 de agosto
Festa da Virgem de Assunção
8 de setembro
Festa da Virgem da Natividade
1º de novembro
Festa de todos os Santos
4 de novembro
Aniversário da fundação de Puno

Gastronomia

A cozinha de Puno trabalha com ingredientes comuns a outras províncias andinas, chuño, batatas, queijo, carne de ovelha ou porco.

  • Pescado de quinoa: o pescado de quinoa é um prato típico de Puno, cujo ingrediente principal é a quinoa, produto que já conquistou todas as classes sociais.
  • O Chairo: é um dos pratos mais importantes da gastronomia da região de Puno. Uma sopa substanciosa a base de chuño, mote, batata e carne de cordeiro. Ajuda a repor as energias.
  • Queijo cauche: prato típico da região de Puno. Delicioso à base de queijo fresco, leite, favas, galho de huacatay, vem conquistando os paladares de todas as classes sociais.
  • Huatia: buffet que se pratica desde os tempos ancestrais com a permissão da Pachamama ou Mãe Terra. Feito de batatas cozidas em montes de terra Champa ou pedra previamente esquentada com lenha. Acompanhado com queijo ch´aku (Ocopa andina), guisado ou assado de carne.
  • Thimpo de Carachi: prato típico desta zona, delicioso e energético preparado a base de Carachi, peixe típico do Lago de Titicaca medindo de 10 a 15cm. Contém alto teor de fósforo e está ao alcance de todos degustá-lo.