(+51) 992220877 Emergência 24h: (+51) 992260430 atendimento@perugrandtravel.com Covid-19
(+51) 992220877 Emergência 24h: (+51) 992260430 atendimento@perugrandtravel.com Covid-19

10 dicas para fazer a trilha Inca e aproveitar melhor

Fazer a Trilha Inca a Machu Picchu é o sonho de muitos viajantes porque este trajeto permite a conexão com a história e a natureza. Na verdade, qualquer pessoa pode fazer esta rota, porém, antes de fazê-la o convidamos a ler os conselhos mais úteis para que a sua viagem seja mais emocionante, vamos começar!

1. Escolher a melhor época

É muito importante escolher a melhor época do ano para se fazer esta rota. Sem dúvida, é entre os meses de maio a outubro, a temporada seca na cidade de Cusco. Além disso, há uma maior demanda nesta temporada. Há saídas nos meses de novembro a janeiro, considerada temporada de chuvas. O único mês que o Caminho Inca está fechado é fevereiro para manutenção e preservação da rota.

2. Garantir seu ticket com muita antecedência

Para percorrer a Trilha Inca é obrigatório reservar seu ticket emitido pelo governo. Por dia somente 500 pessoas, contando com guias, carregadores e cozinheiros, podem percorrer esta rota. Ela não se pode ser feita livremente, somente com uma agência de viagens autorizada pelo Ministério da Cultura.

3. Acostumar seu organismo ao mal de altitude

É obrigatório aclimatar seu organismo à altitude para prevenir sintomas deste mal. É recomendável permanecer na cidade de Cusco cerca de dois dias.

4. Levar calçados apropriados

Calçados são muito importantes para se fazer o Caminho Inca. Os calçados corretos são os de trekking com boa aderência. Com certeza não é recomendado levar sapatos novos porque podem facilmente causar bolhas nos pés o que o impedirá de seguir seu caminho.

5. Preparar a mochila

Fazer a mochila é uma das coisas mais importantes para percorrer a Trilha Inca. Ela deve ser feita de acordo com a época que você for. Caso seja a temporada seca (abril a outubro), melhor levar um par de sapatos e umas camisetas, no entanto, se for época de chuva (novembro a março), leve somente as coisas mais necessárias e úteis para a sua caminhada, pois cada grama a mais, conta. É recomendado levar uma mochila de 40 ou 50 litros. Use bons bastões e um bom saco de dormir e se você preferir não carregar sua mochila, temos a opção de alugar carregadores adicionais o que poderá ser solicitado quando contatar a operadora.

6. Prestar atenção ao mal de atitude

Os sintomas do mal de altitude a princípio são muito leves como uma simples dor de cabeça, perda de apetite entre outros. Se você sentir algum deles pode prevenir-se com um chá de coca ou passando álcool medicinal, entretanto, se não der muita importância estes sintomas podem piorar aparecendo náuseas ou vômitos, dificuldade de respirar, agitação, esgotamento físico e tudo isto pode arruinar a sua viagem e impedir que siga seu caminho.

7. Proteger-se da chuva

Este conselho é somente para os que viajarão na temporada de chuvas (novembro a março). Proteja com plástico tudo o que levar na mochila: calças, camisetas, meias, etc. Você não se arrependerá.

8. Levar roupas extras

Levar umas mudas de roupa não é demais, somente para trocar no caso da roupa ficar suada ou úmida.

9. Levar 2 bastões

Os bastões são muito úteis para prevenir o cansaço. São usados também como apoio e permitem evitar escorregões ou quedas devido a descidas escorregadias ou outros. É importante também usar os bastões para amortecer o impacto nos joelhos, principalmente aqueles que têm problemas nos ligamentos.

10. Aproveitar o passeio

Aproveite cada momento, cada instante do caminho, sobretudo a natureza e a companhia das pessoas com quem fará o percurso. Uma viagem perfeita é simplesmente desfrutar de tudo durante um passeio.

Deixe seu Comentário